terça-feira, 8 de novembro de 2011

Comprar Esteira Ergométrica: Guia

Guia: Como Comprar Esteira Ergométrica
Há um tradicional dito popular que as esteiras provocam duas alegrias na vida: uma quando ela chega nova e encontra a pessoa cheia de bons propósitos, a outra na hora em que o frustrado usuário se livra dela. Estou para entrar na primeira alegria, pois vou adquirir uma esteira, mas vou me precaver contra a segunda através da informação e estudo de casos que levam a maioria das pessoas a esquecer num canto as suas esteiras que se “desmontam facilmente”, ficando verticalmente encostadas numa parede até o dia da segunda alegria.

Da minha recorrida à Internet e às lojas, cheguei a algumas conclusões sobre a síndrome da segunda alegria:


1 – Não comprar esteira mecânica. Ela tem o codinome popular de “ninguém merece”. É um trambolho inútil que não permite exercícios aeróbicos, no máximo traz algum desenvolvimento muscular às pernas, mas à custa de muito esforço, dor e sofrimento. É o equipamento que vai para o limbo mais rapidamente.

2 – Não compre simplesmente uma “esteira elétrica”. Numa loja me ofereceram um modelo usado cujo dono nunca pode usar por causa da reclamação dos vizinhos. Quando a ligaram para me demonstrar, entendi o porquê da aflição dos vizinhos de apartamento: um barulho insuportável e vibrações. Imaginem o vizinho de baixo com aquele inferno na sua cabeça! Detalhe: todas as esteiras barulhentas têm motor de corrente contínua. Prefira as que têm motor de corrente alternada e fuja daquelas com controle de velocidade por manivela, porque é grande a sua vibração por empregar um sistema mais complexo de correias. A dica é optar pelas esteiras eletrônicas.

3 – Não comprar esteira sem amortecimento de impacto, ou as suas articulações vão fazê-lo entrar rapidamente na ânsia pela segunda alegria. Uma caminhada numa prancha dura torna o exercício desconfortável, fazendo com que você se arrependa de ter saído da sua confortável poltrona.

4 – Dê preferência às esteiras que tenham no mínimo uma lona de 40 cmde largura, que é uma medida ótima para o conforto dos pés e teste bastante o tipo de padrão antiderrapante que ela possui. As esteiras mais baratas costumam ter lonas quase lisas que vão provocar escorregões e perda de eficiência nas passadas.

5 – Jamais monte a sua esteira nova num canto esquecido da casa cheio de sucatas ao redor, pois se você não estiver num lugar arejado, bonito, de preferência com uma televisão na sua frente, um aparelho de som, etc, a sua vontade de fazer exercícios vai diminuir dia a dia. Ninguém merece conviver com os entulhos da casa só porque está se exercitando, experimente almoçar no quartinho dos entulhos e vai descobrir o que estou dizendo.


6 – Evite as esteiras com motores fracos com potência abaixo de 1 HP, pois os mais fracos produzem mais ruídos da velocidade média para cima.

Infelizmente para o seu bolso, se as minhas dicas forem levadas à risca, você acabará escolhendo um modelo de esteira no mínimo semi-profissional, ou profissional. Todavia, isto fará a diferença entre perder o dinheiro que você desembolsará numa esteira barata, ou gastar bem mais, sentido prazer nas caminhadas naqueles dias de chuva em que você ficaria comendo o dia inteiro.

Essas foram as dicas de como comprar esteira. Espero que tenha ajudado a escolher uma esteira ergométrica!

Um comentário:

  1. Você poderia indicar uma marca e modelo para ser usada em apartamento?

    ResponderExcluir

Blog Widget by LinkWithin